Como Funciona

Diferenças entre Psicoterapia Presencial e Orientação Psicológica

A Psicologia Online ou Orientação Psicológica Online é um processo breve e com foco específico, na qual os psicólogos atendem os pacientes através da internet. Tendo como objetivo de facilitar o acesso a uma orientação psicológica regulamentada e de qualidade. A Orientação Psicológica Online já tem a aprovação dos Conselhos Federal e Regional de Psicologia e está disponível para as pessoas que buscam apoio psicológico (orientação e aconselhamento a uma queixa em específico), e tem como objetivo trabalhar as questões de maneira breve, pontual e focada. É um recurso, utilizado para esclarecimento e orientação sobre questões emocionais, de relacionamento e familiares, mas que não demandem um aprofundamento. Caso seja detectada a necessidade de um atendimento presencial, será dada a devida orientação para tal.

Código de Ética Profissional do Psicólogo.

Resolução 11/2012,

Site do CFP

Para outras informações, visite também o site do CRP – SP
Conselho Regional de Psicologia-SP

 

Público Alvo:

A orientação online destina-se a jovens (acima de 18 anos) e adultos.

Número de sessões:

Os serviços psicólogos prestados mediados pelo computador podem ser utilizados até 20 sessões, pois possui característica breve e focal.

Para maiores informações sobre serviços de orientação online, você pode consultar o Código de Ética Profissional do Psicólogo, a Resolução CFP n°11/2012 e os sites do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo e do Conselho Federal de Psicologia. Para acessar estes sites, clique nos links abaixo:

Para maiores informações sobre serviços de orientação online, você pode consultar o Código de Ética Profissional do Psicólogo, a Resolução CFP n°11/2012 e os sites do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo e do Conselho Federal de Psicologia. Para acessar estes sites, clique nos links abaixo:

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO

RESOLUÇÃO CFP n° 11/2012

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA

Informações sobre sigilo e sobre vulnerabilidade do meio eletrônico

“O sigilo significa manter sob proteção as informações e fatos conhecidos por meio da relação profissional em que estão implicados a confiabilidade e exposição da intimidade do usuário”, segundo o Manual de Orientações: Legislação e Recomendações para o Exercício Profissional do Psicólogo do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo.
O Psicólogo deve resguardar o sigilo das informações, assim como no atendimento  presencial como determina do código de ética. Lembramos a vulnerabilidade do meio eletrônico.
É importante que psicólogos e pacientes possam tomar precauções, adotar procedimentos técnicos que garantam o sigilo dos atendimentos e que reduzam a vulnerabilidade do meio eletrônico, como por exemplo utilizar antivírus nos computadores.
Os serviços mediados pelo computador tecnicamente não são considerados totalmente sigilosos e seguros.
Aconselhamos que os pacientes não façam uso de computadores públicos, que apaguem os históricos de conversas e utilizem um programa de ANTIVÍRUS, de forma que a vulnerabilidade seja minimizada.