Se você pensa em se submeter a uma cirurgia bariátrica, é importante enfatizar que será encaminhado para avaliação e consulta com um psicólogo. Embora isso possa parecer surpreendente para você, tornou-se uma parte rotineira de sua preparação para a cirurgia.

O acompanhamento se dará por uma equipe de profissionais e cada um deles, o que inclui um Psicólogo, que precisará se familiarizar mais com você e com sua situação e necessidades individuais. As pessoas às vezes dizem: “Por que eu tenho que me consultar com um psicólogo?” A avaliação psicológica pode ajudar a identificar seus pontos fortes, como uma forte motivação para se exercitar e perder peso através de um elo terapêutico com um Psicólogo apto a realizar uma avaliação para a cirurgia bariátrica, que pode também ajudar a encontrar áreas onde você pode precisar de apoio após a cirurgia, como depressão ou alterações de humor, falta de apoio familiar ou amenizar a ansiedade em comer compulsivamente.
Muitas pessoas questionam ao procurar um Psicólogo: “Será que estou louco?”
Não existe realmente um padrão específico de personalidade que preveja sucesso ou fracasso após a cirurgia. Muitos estudos examinaram a depressão, o transtorno bipolar, a história de abuso sexual na infância e até mesmo um distúrbio alimentar, como fatores potenciais de falha em atingir metas de perda de peso após a cirurgia.

Existem, no entanto, padrões de comportamento que sugerem maior necessidade de acompanhamento Psicológico após a cirurgia bariátrica. Por exemplo, a conscientização de que é preciso uma reeducação alimentar para maximizar as chances de sucesso do pós cirúrgicobariátrico. A avaliação psicológica para a cirurgia bariátrica incluirá testes, como de personalidade, inventários de humor e outros questionários. O Psicólogo obterá, através dessas ferramentas, as respostas necessárias para o acompanhamento, apoio e o melhor caminho para o paciente.

Muitas vezes sugiro que o paciente leve um membro da família ou um amigo próximo para a
entrevista, se possível, pois é importante saber que você tem um bom apoio familiar. Os resultados dos testes são geralmente avaliados e discutidos durante esse período, e o psicólogo conhecerá sobre sua família e história de vida, assim como quaisquer preocupações médicas ou psicológicas que você possa ter e suas razões e motivação para procurar a cirurgia
bariátrica. Você também será perguntado sobre seus padrões de alimentação passados e presentes, seu nível de atividade e exercício e sua situação familiar e social atual.
O psicólogo geralmente pode responder a perguntas que você possa ter. Por exemplo, algumas pessoas têm medo da cirurgia em si e podem se beneficiar das técnicas psicológicas de controle de estresse. Há evidências de que pessoas que estão seguras. relaxadas e tranquilas antes da cirurgia bariátrica, tem maior probabilidade de ter um pós-cirúrgico bariátrico com maior índice de sucesso. O psicólogo é o profissional capacitado para guiá-lo com as técnicas específicas que ajudarão na recuperação.
É importante enfatizar que alguns pacientes podem estar preocupados com os sentimentos
futuros de “privação alimentar”, como não poder comer seus alimentos ricos e calóricos favoritos após a cirurgia. O psicólogo irá ajudá-los a entender que esses sentimentos, se ocorrerem, serão geralmente de curta duração.

E, se você está em busca de um acompanhamento psicológico pós-cirurgia bariátrica , sinta-se à vontade para perguntar. Apenas lembre-se, o psicólogo faz parte da sua “rede de segurança” após a sua cirurgia, cujo foco principal é a sua qualidade de vida e o sucesso final, que é a perda e a manutenção do peso.

Sobre a autora: Meu nome é Ana Paula de Moraes, sou formada em Psicologia e Pós-graduada em Psicologia Médica e Psicossomática, com formação em Psicoterapia Breve, Hipnoterapia e Coach.

Compartilhar: