Em uma das chamadas do site do G1, encontramos o seguinte título: “Depressão é a doença que mais rouba anos saudáveis dos brasileiros” e resolvemos contribuir um pouco sobre o assunto aqui no canal

 

Falando de algumas técnicas que podem te ajudar, quero apresentar duas mais diretas:

 

A primeira técnica é quando você sente que há uma mudança ou intensificação do humor que te incomoda, você se questionará o que você pensou naquele exato momento e produzirá uma frase com as seguintes falas:

1) Eu penso que…;

2) Portanto, (sentimento que nasce)

 

Por exemplo:

“Eu penso que cachorros são grandes companheiros, portanto sinto felicidade”,

“Penso que a violência na sociedade é muito grande, portanto fico triste”

“Penso que eu não deveria ter comido aquela lasanha com feijoada no final de semana, portanto me sinto culpado!”

 

A função desse exercício é começar a entender melhor o que você pensa e como isso te influencia, o que te deixa como você está, o que te deixa melhor, em resumo, é uma forma de entender mais sobre si mesmo.

 

Há Também  outro exercício onde você irá tabelar as seguintes informações:

  • evento;
  • pensamento que se sucedeu ao evento;
  • Sentimento;
  • se o pensamento é verdadeiro ou não e
  • alternativa.

 

Por exemplo:

E: Meu cachorro me lambeu

P: Ele provavelmente me ama

S: Carinho

V: Eu acho que ele me ama, então é verdadeiro

A: Não preciso

 

Ou

 

E: Comer feijoada com lasanha no final de semana

P: Eu não presto pois não consigo me controlar

S: Culpa

V: Mais ou menos, porque tem horas que eu presto sim, não é uma questão de prestar.

A: Quando eu tiver mais de uma opção de comida só escolherei uma, se eu comer duas não irei comer a sobremesa

 

Outras formas de lidar com a questão são:

 

Sol

Países com baixa incidência de sol tem alta incidência de depressão,

 

Exercícios físicos

Alimentação adequada

Medicamentos – psiquiatra

Psicoterapia é sempre importante

Compartilhar: