6 dicas de como aumentar sua motivação

“Eu tenho muita motivação. Eu não sei o que fazer com tudo isso! ”, Ninguém nunca disse.
– por Melissa Wildt

Você se encontra procrastinando e não tem certeza do por quê? É absolutamente verdade que quanto mais adiarmos algo, mais estresse isso pode nos causar a longo prazo. A maioria de nós sabe como isso é, mas saber usar esta motivação estratégica pode ajudar a acabar com esse ciclo de frustração.

“Motivação é a razão ou razões que se tem para agir ou se comportar de uma maneira particular”.

Se você já sabe o que gostaria de realizar, a próxima etapa envolve encontrar o caminho para isso! Abaixo estão algumas das dicas que eu acho úteis, e espero que você também.

1. Primeiro, você deve identificar seu objetivo.

Saber o que você quer e o por que pode ser motivação em si mesmo. Anote uma lista de todas as razões pelas quais sua meta é particularmente importante para você. Revise sua lista regularmente, especialmente quando você sentir que está escorregando. E certifique-se de que seu objetivo é ser: específico, mensurável, atingível, realista e oportuno.

2. Faça um plano de ação para ajudá-lo a realizar suas metas.

A motivação pode vir da compreensão de como atingir seu objetivo. Mais provável que não, você pode dividir seu objetivo inicial em objetivos menores. Tente usar passos pequenos com o intuito de começar seus objetivos. Realize etapas cada vez maiores à medida que se sentir mais confortável ao aderir ao seu plano de ação. Fazer isso fará com que seu objetivo pareça muito mais administrável e, de longe, menos assustador.

3. Use a motivação extrínseca… Trate você mesmo!

A motivação extrínseca é apenas uma maneira sofisticada de dizer que somos motivados por fatores externos. Alguns exemplos são o dinheiro, boas notas, perda de peso, etc. Decida como se recompensar adequadamente por alcançar determinados marcas.

Esta é uma ótima maneira de reforçar positivamente o seu plano de ação. Além disso, é uma maneira ainda maior de justificar ganhar uma massagem ou um par de sapatos novos. Não importa quantos anos você tem, conseguir uma recompensa é sempre satisfatório.

4. Avalie seus níveis de energia.

Sua falta de motivação pode ter muito a ver com a falta de energia. Determine se algum descuidado habitual está afetando você negativamente. Alguns desses fatores podem ser: sono agitado, estresse, má alimentação ou mesmo depressão. Certifique-se de que você está cuidando bem de si. Está dormindo o suficiente, comendo uma dieta nutritiva e incorporando atividades diárias que diminuem o estresse. Além disso, certifique-se de que sua ingestão de cafeína não está fora de controle!

5. Tome cuidado com as desculpas!

Motivação significa não dar desculpas. Seja brutalmente honesto e pergunte a si mesmo: “O que está me impedindo de alcançar meus objetivos?” Elimine os fatores negativos. O pensamento negativo, por exemplo, é uma barreira comum para alguém que está trabalhando para alcançar seus objetivos. É uma profecia auto-realizável – então, se você acha que não pode alcançar seu objetivo, você provavelmente não conseguirá.

6. Por último, obtenha algum apoio!

A motivação é contagiante. Sempre que possível, tente encontrar um grupo de outras pessoas que tenham objetivos iguais ou semelhantes aos seus. Considere procurar um terapeuta para obter suporte adicional. Assim como um personal trainer pode ajudar alguém a alcançar seus objetivos físicos, um terapeuta pode ajudar alguém a alcançar seus objetivos emocionais. O mais importante, porém, é que seus amigos e familiares saibam sobre seu objetivo. Eles serão seus maiores apoiadores e podem ajudar a mantê-lo responsável por seu progresso.

Use essas dicas para encontrar a motivação que você precisa para completar as metas que você tem – e, claro, faça o melhor para ficar com ela! Boa sorte!

Temos todos objetivos e sonhos que desejamos cumprir. Ás vezes, todos precisamos de um incentivo extra de motivação para torná-los uma realidade.

Precisa de ajuda?

Consulte um de nossos psicólogos online! A 99psico está aqui para te ajudar.

 

Fale agora com um Psicólogo Online

Compartilhar:


Compartilhar: