5 maneiras de praticar ‘Mindfullness’ diariamente

Depois que a revista Time publicou a “Revolução Consciente” em 2014, o momento e o fascínio da prática da atenção plena só aumentaram.
– por Ben Epstein, Ph.D

Não mais confinada a salas de aula de yoga e retiros de meditação, a atenção plena entrou no “mainstream”. Das diretorias das maiores empresas até câmaras do Congresso de alguns países. Estudos recentes sobre atenção plena, publicados na revista The Lancet, indicam que a Terapia Cognitiva Baseada no Mindfulness (MBCT) oferece um nível similar de proteção contra recaídas depressivas como antidepressivos.

O que exatamente é mindfulness e como pode ser praticado?

Jon Kabat-Zinn, professor e desenvolvedor da técnica de Redução do Estresse Baseado no Mindfulness (MBSR), define: mindfulness é uma “consciência que surge ao prestar atenção, de propósito, no momento presente e sem julgamento”. Bem simples. Todos nós sabemos como prestar atenção, certo? No entanto, qualquer um que tenha tentado trazer maior presença consciente ao seu dia-a-dia rapidamente descobriu que a mente frequentemente tem uma mente própria! Não se preocupe. No início, praticamente todo mundo tem dificuldade em manter e manter a atenção. Embora certamente ajude a ter acesso a uma prática formal de meditação, isso não é crítico para uma vida mais consciente.

Nós, psicólogos, podemos ajudar e apoiar nossos pacientes à prática do mindfulness. Isto, sem alterar a sua rotina diária. No entanto, representa um desafio único – temos que oferecer exercícios concretos que possam fazer independentemente de nós. Nos momentos que não podemos nos conectar com eles. Também é importante que nos certifiquemos de que esses exercícios sejam fáceis o suficiente para seguir o cronograma diário do paciente. Por isso, recomendamos que eles comecem a praticar a atenção plena.

Abaixo, você encontrará cinco sugestões para a prática de mindfulness em suas vidas.

1. A melhor parte de acordar.

Muitas pessoas só acordam após a primeira xícara de café. Mindfulness pode mudar isto. Líder espiritual budista, Thich Nhat Hanh, literalmente fez o ato de preparar uma xícara de chá em uma forma de arte. Ele simplesmente mostrou como cada passo pode ser dado com cuidado e atenção. Para esclarecer, nada extravagante ou interessante realmente aconteceu, mas algo muito real aconteceu.

Ao praticar a atenção plena sobre o seu café da manhã regular, você pode estar criando uma pausa intencional no que de outra forma poderia ser um dia incrivelmente agitado. Aproveite o tempo para realmente examinar e brincar com a xícara, cheirar e saborear o café (sim, você pode se concentrar no cheiro por algum tempo). Preste atenção ao som quando beber e a estrutura do sabor. Todos esses momentos podem ajudar a criar um santuário consciente em sua rotina matinal, livre de perturbações e preocupações.

2. Envie e-mail e expire.

Quando se trata de tecnologia, muitas vezes parece que temos muito pouco controle. A quantidade de tempo que passamos verificando nossos e-mails, atualizando nossas páginas de mídia social ou respondendo a textos urgentes. Muitos de pacientes de psicoterapia têm demandas estressantes de trabalho e estão procurando maneiras de aliviar sua carga. Uma das minhas sugestões é certificar-se de que estejam sentadas quando se envolverem em algum tipo de comunicação tecnológica.

Garanto-lhe – esta prática ajuda a focar sua atenção. Você não conseguirá se concentrar no momento se souber que precisa se sentar e responder a um texto ou e-mail. Por exemplo, imagine uma pessoa que se sentou no meio de um elevador para responder a um texto urgente. Enquanto isso pode ter lhe dado alguns olhares estranhos, ele foi capaz de se concentrar na tarefa em mãos. Pode-se dizer que esse é o objetivo final da prática da atenção plena – viver uma vida mais gratificante.

3. Deixe tocar.

Verdade. A tecnologia tem sido culpada pela distração e insensatez de nossas sociedades. Porém, quando usada adequadamente, a tecnologia pode realmente estimular a atenção plena. Quando instintivamente tentamos atender o telefone assim que ele dispara, esse é provavelmente o cume da falta de atenção. É uma reação automática. Nós não pensamos nisso – apenas fazemos isso sem qualquer intenção ou foco.

Deixe tocar. Uma vez. Duas vezes. Três vezes. E em cada toque, respire um pouco. Isso servirá como um lembrete embutido para estar no momento. Essa tática pode ser percebida em uma mudança não apenas no comportamento, mas também nas pessoas com as quais conversamos.

4. Se movimente.

Você não precisa de uma publicação de prestígio que diga que ficar sentado por longos períodos de tempo não é bom para sua saúde, De acordo com o Journal of National Cancer Institute, esse comportamento pode ser realmente fatal.

Saia da cadeira, se estique, ande, se movimente. Ao sintonizar com as sensações físicas (erguer os braços ou de se abaixar para tocar os dedos dos pés), você poderá mover seu corpo sem desaparecer de sua mesa. Existem algumas ótimas poses básicas de Hatha Yoga, como mãos para o coração ou Tadasana, que podem restaurar o equilíbrio em sua mente e corpo. Isto, no meio de um dia de trabalho agitado. Lembre-se de prestar atenção, por isso, escolha uma área do seu corpo e mantenha seu foco nela de maneira metódica.

5. Um dia de cada vez.

Um comediante chamado Hannibal Buress, fez uma observação muito astuta em uma de suas rotinas de stand-up. Ele comentou: “quando as pessoas passam por algo difícil na vida, elas dizem: ‘Eu estou aguentando isso um dia de cada vez’. Sim, todo mundo também, porque é assim que o tempo funciona”. Ele está absolutamente correto. Muitas vezes tentamos fazer as coisas acontecerem mais rápido do que no ritmo natural. Esse esforço fútil muitas vezes nos deixa frustrados e esgotados, o que é ainda mais preocupante do ponto de vista psicológico.

Então, o que podemos fazer para reduzir esse processo de auto-sabotagem?

Shunryu Suzuki escreve: “Na mente do principiante, há muitas possibilidades, mas no especialista há poucas”.

Ccultivar e praticar uma mentalidade de principiante significa estar aberto a todas as experiências de cada momento. É uma mentalidade que apoia e encoraja você a dar um passo de cada vez. Na verdade é tudo o que podemos realmente fazer de qualquer maneira.

Ao aprender a cultivar a mentalidade de principiante, você pratica a atenção plena e agrega valor a cada experiência. Assim, você tem o poder de responder com cuidado às muitas curvas da vida.

 

Precisa de ajuda?

Consulte um de nossos psicólogos online! A 99psico está aqui para te ajudar.

Fale agora com um Psicólogo Online

Compartilhar:


Compartilhar: